Um mês depois do Ciclone Idai, 1 milhão de crianças precisam de assistência urgente em Moçambique

Um mês depois do Ciclone Idai, 1 milhão de crianças precisam de assistência urgente em Moçambique

As crianças precisam de acesso urgente aos serviços de saúde, nutrição e água para prevenir da desnutrição e surtos de doenças como a cólera

Claudio Fauvrelle
Partilhar

BEIRA, Moçambique - Pelo menos 1 milhão de crianças precisam de assistência humanitária urgente – em saúde, nutrição, protecção, educação, água e saneamento - um mês depois que o ciclone Idai devastou a zona central de Moçambique. Qualquer interrupção prolongada no acesso a serviços essenciais pode levar a surtos de doenças e o aumento da desnutrição, que as crianças são especialmente vulneráveis.

Moçambique já viu casos de cólera e malária aumentarem para 4,600 e 7,500, respectivamente, desde o início do ciclone.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está particularmente preocupado com o acesso a serviços essenciais para as crianças que permanecem deslocadas após o ciclone. Mais de 200 mil casas foram destruídas pela tempestade em Moçambique.

As crianças que vivem em centros de acomodação ou longe de suas casas estão em risco de doenças, exploração e abuso.

“As crianças que vivem em centros de acomodação lotados ou longe de suas casas estão em risco de doenças, exploração e abuso”, disse Henrietta Fore, Diretora Executiva do UNICEF, que visitou a Cidade da Beira imediatamente após a passagem do ciclone. “O caminho para a recuperação será longo. É imperativo que os parceiros humanitários estejam presentes em cada etapa do caminho. Precisamos ajudar as crianças e as famílias a sobreviverem e a voltarem a suas vidas com dignidade. ”

A segurança alimentar também é uma questão importante porque muitos agricultores viram as suas colheitas totalmente destruídas devido a tempestade.

O UNICEF e seus parceiros continuam a responder às necessidades humanitárias urgentes de crianças e famílias nas zonas afectadas de Moçambique. O UNICEF forneceu vacinas para imunizar com sucesso 900 mil pessoas contra a cólera, iniciou a distribuição de 500 mil redes mosquiteiras para proteger as crianças da malária e ajudou a restabelecer o abastecimento de água para 500 mil pessoas na cidade da Beira.

Nas próximas semanas, irão decorrer campanhas de vacinação contra o sarampo, desparasitação e reforços de vitamina A. O UNICEF também está a apoiar a criação de brigadas móveis de saúde nas áreas de reassentamento..

O UNICEF lançou um apelo de 122 milhões de dólares americanos para apoiar a sua resposta humanitária às crianças e famílias afectadas pela tempestade em Moçambique, no Zimbabué e no Malawi durante os próximos nove meses.

Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Subscrever ao boletim

ciclone idai

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.