Celebridades

Celebridades

Visão Geral

O UNICEF trabalha em todo o mundo com cerca de 33 Embaixadores Internacionais de Boa Vontade, 11 Embaixadores Regionais, mais de 200 Embaixadores Nacionais e um vasto leque de defensores das crianças para aumentar a consciência pública sobre os direitos das crianças e mulheres,  e sobre o trabalho do UNICEF para a protecção desses direitos.

As celebridades que trabalham e colaboram com o UNICEF têm notavel talento, reputação e realizações, mas particularmente todas elas assumiram o compromisso de usar o seu prestígio profissional, estatuto, fama e influência no mundo artístico, nos meios de comunicação e na sua base de seguidores, para promover uma mudança de comportamento e defender os direitos da criança.

Ao longo dos anos o UNICEF em Moçambique tem vindo a trabalhar com uma rede de artistas nacionais comprometidos com a promoção dos direitos da criança no país através de intervenções, participação em entrevistas na mídia, produção e publicação de ensaios, spots  televisivos de apoio a campanhas e actuações ao vivo. Estes artistas incluem pintores de renome como o falecido Malangatana, Naguib e Gemuce, escritores aclamados como Paulina Chiziane e Mia Couto, cantores populares como Mingas, José Mucavel, Elvira Viegas e um largo número de uma nova geração de cantores, incluindo Valdemiro José, Julia Duarte, Isabel Novella, Yolanda Kakana, entre outros.

De Dezembro de 2012 a Junho de 2014, o aclamado músico Stewart Sukuma colaborou formalmente com o UNICEF como o primeiro Embaixador Nacional para a organização no país, após vários anos de estreita colaboração, apoiando várias intervenções de sensibilização pública, sobretudo a produção de um CD musical denominado “Música é Vida", baseado no manual “Saúde e Vida”, com a participação de mais de 15 destacados cantores moçambicanos incluindo o Embaixador Regional do UNICEF, o cantor zimbabweano Oliver Mtukudzi.

Em Novembro de 2014, a cantora moçambicana Neyma, que tem vindo a colaborar com o UNICEF e o Ministério da Saúde nos últimos anos, especialmente nas semanas nacionais de saúde e na promoção do aleitamento materno, foi nomeada Embaixadora do UNICEF para Moçambique, e desde então tem vindo a apoiar os esforços nacionais para aumentar consciência entre as mulheres grávidas para prevenir a malária através do uso de redes mosquiteiras e o tratamento preventivo, e também aumentar a consciência contra o casamento prematurol.

Em Maio de 2016, a conceituada antiga jogadora profissional de básquete feminino, Clarisse Machanguana, que tem vindo a engajar na promoção de comportamentos saudáveis no seio de adolescentes e jovens, particularmente para a prevenção do HIV e a promoção da adesão ao tratamento, foi nomeada Embaixadora do UNICEF para Moçambique. A cerimónia teve lugar na Representação do UNICEF em Maputo, e contou com participação do Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano.


Subscrever ao boletim