Neyma sensibiliza mães e pais sobre o aleitamento materno

Neyma sensibiliza mães e pais sobre o aleitamento materno

A Embaixadora do UNICEF em Moçambique participou no lançamento da Semana Mundial do Aleitamento Materno em Lugela, Província da Zambézia.

Claudio Fauvrelle
Partilhar
Neyma sensibiliza mães e pais sobre o aleitamento materno
Como mãe de dois filhos, estou feliz por vê-los hoje fortes e saudáveis, isto deve-se em parte por eu ter feito o aleitamento materno exclusivo. Eu desejo isto para todas crianças de Moçambique," disse a Embaixadora Nacional do UNICEF, a cantora Neyma.

MAPUTO, Moçambique -  "Como mãe de dois filhos, estou feliz por vê-los hoje fortes e saudáveis, isto deve-se em parte por eu ter feito o aleitamento materno exclusivo. Eu desejo isto para todas crianças de Moçambique," disse a Embaixadora Nacional do UNICEF, a cantora Neyma, no lançamento da Semana Mundial do Aleitamento Materno em Lugela, Província da Zambézia.

Situada a 210 km de Quelimane (capital da província da Zambézia), e com cerca de 188.000 habitantes, o distrito de Lugela acolheu o lançamento da 26a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM), ao nível da Província da Zambézia. Um dos problemas que mais assola aquela região do país é a falta de condições adequadas para que as mães possam dar à luz com um mínimo de dignidade. Os serviços de saúde, precários, incluem, entre outras infraestruturas, 13 unidades sanitárias, que têm falta de camas e de um bloco operatório. 

Durante o evento foram entregues dois enxovais na maternidade da unidade sanitária da sede do distrito a duas mães que haviam dado à luz, onde a embaixadora Neyma teve a oportunidade de interagir e aconselhar algumas mães sobre o aleitamento materno. "Mãe, para o teu bebé crescer forte e saudável, ofereça o primeiro leite, de cor amarelada, chamado colostro que protege o bebé das doenças e ajuda na eliminação das primeiras fezes," disse Neyma a uma das mães.

Foram também feitas apresentações de como se deve amamentar as crianças, por mulheres que mostraram sabedoria na práctica de amamentação e cuidados básicos. A cerimónia foi também marcada pela realização de alguns concursos envolvendo as mães da comunidade, onde era testado o conhecimento sobre a alimentação Infantil.

As crianças devem continuar a ser amamentadas, pelo menos, até completarem os 2 anos de idade ou mais

Durante a cerimónia, o Coordenador Provincial do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Michael Chimedza, reforçou a necessidade da amamentação exclusiva até aos seis meses. Ou seja, até essa idade, o bebé deve tomar apenas leite materno e não deve dar–se nenhum outro alimento ou bebida.  “A partir dos 6 meses de idade todas as crianças devem receber alimentos complementares (sopas, papas, etc.) e manter o aleitamento materno. As crianças devem continuar a ser amamentadas, pelo menos, até completarem os 2 anos de idade ou mais,” concluiu o Sr. Michael Chimedza.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabeleceu a Semana Mundial do Aleitamento Materno, em 1991, com o objectivo de ensinar que o leite materno é crucial porque contém vitaminas e proteínas que ajudam a criança a crescer e combater diarreias e infecções.

A Embaixadora do UNICEF, Neyma, para além de animar a popbulação com o seu carisma, aconselhou também as mães e os pais a fazerem o planeamento familiar e não ter filhos seguidos. Falou da sua experiência como mãe, e sobre a importância de proteger, promover e apoiar o aleitamento materno. 

"O aleitamento materno é barato, não custa nada, e pode salvar a vida de crianças e mães," concluíu Neyma.

Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Artigos Relacionados

3 EM CADA 5 BEBÉS NÃO SÃO AMAMENTADOS NA PRIMEIRA HORA DE VIDA

A amamentação dentro de uma hora após o nascimento é benéfico para salvar as vidas de recém-nascidos.
Ler mais

POR QUE É IMPORTANTE O ALEITAMENTO MATERNO?

Os bebés que são amamentados crescem melhor e são mais saudáveis do que os bebés que são alimentados com fórmulas infantis.
Ler mais

O ALEITAMENTO MATERNO É A INTERVENÇÃO MAIS EFICAZ E BARATA NA HISTÓRIA PARA SALVAR VIDAS DE CRIANÇAS

Ler mais

Subscrever ao boletim

aleitamento materno

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.