Japão apoia as famílias vulneráveis que vivem em zonas afectadas pela seca em Moçambique

Japão apoia as famílias vulneráveis que vivem em zonas afectadas pela seca em Moçambique

Seiscentos e Trinta e Seis Mil dólares americanos (636.000 $EUA) em resposta ao impacto da seca devido à El Niño e fortalecimento da preparação para responder aos efeitos das inundações provocadas por La Niña em Moçambique.

Claudio Fauvrelle
Partilhar

Maputo – O Governo do Japão está a apoiar o programa de emergência do Governo de Moçambique e do UNICEF para atingir as famílias vulneráveis que vivem em zonas afectadas pela seca em Moçambique com 636.000 dólares americanos.

Esta contribuição generosa ajudará os parceiros a fornecer intervenções de resposta de emergência em Nutrição, Saúde, Educação e Protecção a 45.500 pessoas.

"Esta contribuição generosa ajudará os parceiros a fornecer intervenções de resposta de emergência em Nutrição, Saúde, Educação e Protecção a 45.500 pessoas, incluindo mulheres e crianças, para atender às suas necessidades mais urgentes nas áreas mais atingidas pela seca ou inundação," disse Marcoluigi Corsi Representante do UNICEF em Moçambique.

"Essas actividades planificadas melhorarão a resiliência das comunidades aos desastres e ajudarão a melhorar a resposta das comunidades a futuras calamidades. As actividades incidirão nas regiões mais afectadas pela seca e conflitos, nas províncias mais propensas a inundações e ciclones, incluindo Gaza, Inhambane, Manica, Sofala, Tete, Zambézia e Nampula."

A contribuição apoiará o reforço da capacidade dos principais parceiros governamentais e da sociedade civil para responder eficazmente às necessidades específicas das populações vulneráveis e contribuirá para os esforços totalmente alinhados com as intervenções prioritárias da Equipa Humanitária Nacional e do Governo na preparação e resposta de emergência aos fenómenos El Niño e La Niña.

Dado o impacto devastador dos eventos relacionados com La Niña, como as recentes inundações em Inhambane, Gaza e Sofala, há uma necessidade imperiosa de fortalecer as capacidades de preparação e resposta das províncias mais propensas a calamidades, pois que uma má preparação pode levar a uma maior deterioração da crise, na medida que as comunidades têm desgastado os seus mecanismos de sobrevivência e podem dificultar ainda mais os esforços de recuperação crítica.

O Governo do Japão tem apoiado historicamente a acção humanitária em Moçambique.

O Governo do Japão tem apoiado historicamente a acção humanitária em Moçambique e tem sido um dos principais contribuintes para o UNICEF, o Governo e os parceiros nos seus esforços para responder às crescentes necessidades das populações vulneráveis em Moçambique. A contribuição do Governo do Japão é fundamental para assegurar que o UNICEF possa aumentar as suas intervenções de emergência contra as secas, inundações e ciclones para alcançar os mais necessitados.

Os principais parceiros que colaboram na execução do programa, por um período de 12 meses, são o Governo de Moçambique (Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano-MINEDH, Ministério do Género, Criança e Acção Social-MGCAS, Instituto Nacional de Gestão de Calamidades-INGC), agências das Nações Unidas, Cruz Vermelha de Moçambique e Organizações Não Governamentais. Outros parceiros importantes nas províncias são organizações não-governamentais e organizações comunitárias de base, cujos activistas farão visitas domiciliares para fornecer orientação sobre saúde e nutrição e apoio psicossocial para ajudar as famílias vulneráveis a lidar com o trauma e os desafios da seca / inundação e conflito.



Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Subscrever ao boletim

seca

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.