Governo da Irlanda e o UNICEF apoiam o Governo da Província de Inhambane no combate à desnutrição aguda

Governo da Irlanda e o UNICEF apoiam o Governo da Província de Inhambane no combate à desnutrição aguda

Governo da Irlanda através do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) doa diverso material antropométrico à Direcção Provincial de Saúde (DPS) de Inhambane.

Claudio Fauvrelle
Partilhar

Maputo, 5 de Junho de 2018 –  Era um dia chuvoso, com o céu pouco nublado, quando uma delegação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da Direcção Provincial de Saúde (DPS) chegou ao Hospital Provincial de Inhambane, que fica em frente a Baía de Inhambane, na capital da província de Inhambane. Na pediatria do Hospital encontrava-se o pequeno Avelino, de 5 meses, que estava fraco devido à desnutrição aguda. A desnutrição aguda é quando uma criança tem um baixo peso para sua altura, e o Avelino encontrava-se nesta situação porque a mãe não tinha condições de fazer o aleitamento materno exclusivo.

o pequeno Avelino, de 5 meses, que estava fraco devido à desnutrição aguda.. O pequeno Avelino, de 5 meses, que estava fraco devido à desnutrição aguda, foi o primeiro a usar a nova balança. © UNICEF Mozambique/2018/Claudio Fauvrelle

 

O UNICEF e a DPS foram à pediatria do Hospital Provincial de Inhambane para fazer a entrega de equipamentos antropométricos (para medir o peso, altura e comprimento), que serão úteis para se fazer uma melhor monitoria do estado nutricional das crianças em Inhambane, e apoiar os técnicos de saúde no processo de uma avaliação nutricional eficaz.

Estes 200 equipamentos antropométricos (balanças, antropómetros) foram doados pelo Governo da Irlanda através da sua Agência para o Desenvolvimento Internacional (Irish Aid) que está a financiar a implementação da Componente Nutrição de Emergência na Província de Inhambane através do UNICEF. Estes 200 equipamentos antropométricos foram doados pelo Governo da Irlanda que está a financiar a implementação da Componente Nutrição de Emergência na Província de Inhambane através do UNICEF.

 

Estes 200 equipamentos antropométricos (balanças, antropómetros) foram doados pelo Governo da Irlanda através da sua Agência para o Desenvolvimento Internacional (Irish Aid) que está a financiar a implementação da Componente Nutrição de Emergência na Província de Inhambane através do UNICEF, para melhorar a vida das crianças menores de cinco anos afectadas por desnutrição aguda grave.  

Sr. Azevedo Suege, Representante da Irish Aid em Inhambane "O apoio à nutrição das crianças mais necessitadas é uma componente prioritária da ajuda do Governo da Irlanda a Moçambique. Este equipamento vai ajudar aos técnicos de saúde no seu trabalho diário e também as crianças a terem um diagnóstico mais preciso e assim acesso ao tratamento eficaz," disse o Sr. Azevedo Suege, Representante da Irish Aid em Inhambane.

 

"O apoio à nutrição das crianças mais necessitadas é uma componente prioritária da ajuda do Governo da Irlanda a Moçambique. Este equipamento vai ajudar aos técnicos de saúde no seu trabalho diário e também as crianças a terem um diagnóstico mais preciso e assim acesso ao tratamento eficaz," disse o Sr. Azevedo Suege, Representante da Irish Aid em Inhambane.

Fiden José, de 5 anos de idade. Fiden José, de 5 anos de idade, ia para uma consulta de rotina com a sua mãe. O Fiden olhava de lado com curiosidade, e após a médica o chamar, foi a correr e testou o novo antropómetro (medidor de altura/comprimento). 102 centímetros de altura, o Fiden ficou feliz e aprovou este novo equipamento fazendo um gesto de aprovação com a sua mão direita.

 

O Avelino foi o primeiro a usar a nova balança na Pediatria, e perto dele encontrava-se o pequeno Fiden José, de 5 anos de idade, que ia para uma consulta de rotina com a sua mãe. O Fiden olhava de lado com curiosidade, e após a médica o chamar, foi a correr e testou o novo antropómetro (medidor de altura/comprimento). 102 centímetros de altura, o Fiden ficou feliz e aprovou este novo equipamento fazendo um gesto de aprovação com a sua mão direita.

Sr. Naftal Matusse, Director Provincial da Saúde em Inhambane "A situação da desnutrição é preocupante em Inhambane, e este material, que nos fazia falta, e vai ajudar muito a dar um seguimento mais eficaz das crianças para que elas possam crescer de uma forma mais saudável," disse o Sr. Naftal Matusse, Director Provincial da Saúde em Inhambane.

 

"A situação da desnutrição é preocupante em Inhambane, e este material, que nos fazia falta, e vai ajudar muito a dar um seguimento mais eficaz das crianças para que elas possam crescer de uma forma mais saudável," disse o Sr. Naftal Matusse, Director Provincial da Saúde em Inhambane.

A antropometria consiste no estudo das dimensões lineares/medidas corporais A antropometria consiste no estudo das dimensões lineares/medidas corporais (altura, comprimento, perímetro, diâmetro e o peso do corpo), cujo método é aplicável em todas as fases do curso da vida e permite a classificação adequada a cada uma delas.

 

A antropometria consiste no estudo das dimensões lineares/medidas corporais (altura, comprimento, perímetro, diâmetro e o peso do corpo), cujo método é aplicável em todas as fases do curso da vida e permite a classificação adequada a cada uma delas.  É um método barato, simples, de fácil obtenção e de fácil padronização, além de não ser invasivo e de fácil aceitação (WHO, 1995). A aquisição e manutenção de equipamentos antropométricos são fundamentais para o combate e prevenção da desnutrição em Moçambique, visto que uma balança avariada ou um antropómetro impreciso desqualificam profundamente qualquer método antropométrico. E se tratando de populações específicas, como crianças, por exemplo, podem subestimar ou superestimar uma situação de risco/agravo nutricional.

"Dentro do pacote intervenções e do pacote equipamento que temos, há 50 equipamentos para serem utilizado pelas brigadas móveis. Dizer que este material não vai ficar no hospital, mas sim, será utilizado pelas brigadas móveis para alcançar crianças que provavelmente não possam ir aos hospitais, então, se a crianças não podem ir ao hospital ou posto sanitário é claro que as brigadas móveis devem ir até as comunidades para tratar os casos de desnutrição aguda” disse Marcoluigi Corsi, Representante do UNICEF em Moçambique.

 

 

Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Subscrever ao boletim

desnutrição

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.