Governo da Irlanda apoia UNICEF na sua intervenção humanitária após o ciclone Dineo

Governo da Irlanda apoia UNICEF na sua intervenção humanitária após o ciclone Dineo

Uma contribuição de 200.000 euros para reabilitação de emergência de serviços fundamentais de educação, saúde, água e saneamento para a população da província de Inhambane, em Moçambique, após o devastador ciclone Dineo, ocorrido no dia 15 de Fevereiro de 2017.

Claudio Fauvrelle
Partilhar

Maputo – Em resposta ao apelo das autoridades moçambicanas, nomeadamente o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), o Governo da Irlanda, através da Embaixada da Irlanda em Moçambique, está a financiar uma contribuição de emergência de 200.000 € através do UNICEF para responder às prioridades Identificadas no Plano de Resposta Provincial de Inhambane ao Ciclone Dineo.

o ciclone Dineo demonstrou a vulnerabilidade de Moçambique aos desastres naturais. No entanto, temos agora de ajudar as pessoas a reconstruir as suas vidas e desenvolver a resiliência para eventos futuros.

As autoridades provinciais de Inhambane informaram que o ciclone afectou cerca de 550.691 pessoas (112.513 famílias), das quais 7.651 famílias foram consideradas mais vulneráveis. No que diz respeito às infraestruturas, 70 centros de saúde, incluindo 52 maternidades, bem como 2.200 salas de aula foram gravemente afectadas pelas cidades de Massinga, Morrumbene, Maxixe e Inhambane.

De acordo com as necessidades humanitárias, a resposta dada, até agora, pelo Governo de Moçambique, com o apoio da Equipa Humanitária do País incluiu a provisão de tendas e suprimentos para serviços de maternidade nos centros de saúde afectados, fornecimento de combustível para bombeamento de água de emergência, kits de alimentos e de abrigo para as pessoas mais vulneráveis, bem como comida e bens para o trabalho para limpeza de estradas / remoção de detritos e fornecimento de tendas escolares, suprimentos e kits de aprendizado.

O apoio Irlandês, ao longo de um período de seis meses, destina-se a alcançar os seguintes resultados:

  1. Restauração do acesso a aprendizagem para 2.000 crianças após a reparação de 20 salas de aula com telhados resistentes, em Inhambane.
  2. Restauração do acesso a água potável para 25.000 moradores de subúrbios seleccionados das cidades de Maxixe e Inhambane após a reparação de emergência de 2 sistemas de água seleccionados.
  3. Restauração do acesso aos serviços básicos de saúde para determinados centros de saúde nos distritos mais afectados da Província.

O Embaixador Irlandês em Moçambique Sr. William Carlos, disse que “o ciclone Dineo demonstrou a vulnerabilidade de Moçambique aos desastres naturais. No entanto, temos agora de ajudar as pessoas a reconstruir as suas vidas e desenvolver a resiliência para eventos futuros."

Esta intervenção faz parte do Flash Appeal recentemente emitido pelas Nações Unidas em resposta ao ciclone Dineo, com o objectivo de mobilizar 10,2 milhões de dólares dos EUA e atingir 150 mil pessoas durante os próximos 6 meses.



Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Subscrever ao boletim

emergência

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.