As populações das Vilas de Homoíne e Morrumbene passam a ter água potável e saneamento seguro

As populações das Vilas de Homoíne e Morrumbene passam a ter água potável e saneamento seguro

O programa de Água, Saneamento e Higiene em três vilas na Província de Inhambane, conhecido como AGUASANI, orçado em 10 milhões de euros, é uma iniciativa conjunta entre o Governo de Moçambique, através da AIAS (Administração de Infraestruturas de Água e Saneamento), a União Europeia e o UNICEF, que visa suprir a falta de serviços de abastecimento de água e saneamento em três vilas da província de Inhambane: Homoíne, Morrumbene e Jangamo.

Claudio Fauvrelle
Partilhar
A reabilitação e expansão do Sistemas de Abastecimento de Água nas vilas de Morrumbene e Homoíne irão fornecer água potável a mais de 51.000 pessoas, incluindo crianças, nestas vilas até Junho de 2017. Na fotografia, a esquerda, Enrico Strampelli, chefe de cooperação da delegação da União Europeia em Moçambique, e a direita, Marcoluigi Corsi, Representante do UNICEF, durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra. © UNICEF Moçambique/2016/Gabriel Pereira

MAPUTO, Moçambique - No dia 25 de Agosto de 2016, realizou-se a cerimónia de lançamento da primeira pedra que marca o início dos trabalhos de reabilitação e expansão do Sistemas de Abastecimento de Água (SAA) nas vilas de Morrumbene e Homoíne (província de Inhambane). Estes sistemas serão reabilitados e expandidos através de um programa integrado de abastecimento de água, promoção da higiene e saneamento nas vilas de Homoíne, Morrumbene e Jangamo, e irão fornecer água potável a mais de 51.000 pessoas, incluindo crianças, nestas vilas até Junho de 2017.

O Representante do UNICEF Marcoluigi Corsi, declarou: "Estamos satisfeitos por trabalhar em conjunto com o Governo de Moçambique e com o apoio da União Europeia, para desenvolver um modelo de água e saneamento para as vilas, o que acabará por beneficiar a vida das famílias que vivem nessas e outras áreas."

O programa de Água, Saneamento e Higiene em três vilas na Província de Inhambane, conhecido como AGUASANI, orçado em 10 milhões de euros, é uma iniciativa conjunta entre o Governo de Moçambique, através da AIAS (Administração de Infraestruturas de Água e Saneamento), a União Europeia e o UNICEF, que visa suprir a falta de serviços de abastecimento de água e saneamento em três vilas da província de Inhambane: Homoíne, Morrumbene e Jangamo.

"Este esforço e parceria vai responder a uma lacuna gritante que existe em suprir as necessidades de água e saneamento das vilas das populações, especialmente as crianças, vivendo nas vilas secundárias. O projecto vai resultar num enorme impacto no bem-estar e saúde nas crianças, pelo facto de que o fornecimento inadequado de água e saneamento, não é apenas um perigo para a saúde, mas também afecta a frequência, a retenção escolar e o desempenho educacional", explicou o Sr. Marcoluigi Corsi, referindo-se ao evento. O Representante do UNICEF também enfatizou que esta iniciativa visa apoiar o Governo de Moçambique em acelerar a implementação do quadro de gestão delegada nas vilas secundárias, que é essencial para garantir a sustentabilidade a longo prazo dos sistemas de abastecimento de água e contribuir para o alcance dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável  (ODS).

Em Moçambique quase metade da população não bebe água de fontes seguras e menos de uma em cada quatro pessoas têm acesso a infraestruturas de saneamento adequadas. Esta falta de infraestruturas tem um impacto sobre a vida das mulheres e crianças em particular, que são colocadas em risco, por falta de um saneamento adequado.

Através do estabelecimento de uma parceria com a Administração de Abastecimento de Água e saneamento (AIAS), o Conselho Regulador da Água (CRA), e o Governo Provincial de Inhambane através da sua Direcção Provincial das Obras Públicas, Habitação, Recursos Hídricos e dos Governos dos três Distritos; AGUASANI aborda a crítica área de abastecimento de água e saneamento e terá um enorme impacto sobre a saúde, em especial a de mulheres e crianças.

O programa AGUASANI irá contribuir para se alcançar, até 2017, os seguintes resultados:

  1. Três sistemas de abastecimento de água reabilitados e expandidos.
  2. Serviços de saneamento melhorados nas três vilas.
  3. Capacidades das instituições descentralizadas para regular, operar e manter serviços de água e saneamento fortalecidos.
  4. Modelo de parceria público-privada para a provisão e gestão sustentável de serviços de água e saneamento testado.

O evento que decorreu em Morrumbene e Homoíne, contou com a presença de S. Excia Sr. Daniel Francisco Chapo, o Governador de Inhambane, Senhora Lembrança dos Anjos Mechisso, Secretária Permanente do Ministério das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Exma Sra. Elça Armando, Administradora do Distrito de Morrumbene e Exma Sra. Josina Chissico, Administradora do Distrito de Morrumbene, Sr. Enrico Strampelli, chefe de cooperação da delegação da União Europeia em Moçambique, e bem como o Representante do UNICEF, Sr. Marcoluigi Corsi.

No evento foram apresentados os principais responsáveis pelo projecto, nomeadamente a empresa de construção e fiscalização, e será explicado o trabalho principal a ser implementado, o número de beneficiários e o impacto sobre suas vidas, principalmente em mulheres e crianças.



Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Subscrever ao boletim

Água, Saneamento e Higiene

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.