Acesso ao Saneamento em Ulónguè

Na vila de Ulónguè, província de Tete, foram capacitados 10 artesãos em diferentes tecnologias de saneamento, com vista a permitir que mais famílias beneficiem no melhoramento do acesso às latrinas melhoradas e de fossas sépticas.

Claudio Fauvrelle
Partilhar
Acesso ao Saneamento em Ulónguè
Foi lançada na Vila Ulónguè, uma competição para a construção de estruturas melhoradas para o saneamento básico entre famílias e líderes de diferentes bairros. © UNICEF Mozambique/2015/Sergio Fernandez

Na vila de Ulónguè, província de Tete, foram capacitados 10 artesãos em diferentes tecnologias de saneamento, com vista a permitir que mais famílias beneficiem no melhoramento do acesso às latrinas melhoradas e de fossas sépticas. Cada um dos artesãos formados será responsável pela construção de lajes e outras tecnologias de saneamento familiar em cada um dos 5 bairros da vila de Ulónguè.

Com a participação de todos habitantes da vila, e com o apoio do Governo de Moçambique, UNICEF e o Governo da Holanda, foi lançada uma competição para a construção de estruturas melhoradas (latrinas melhoradas, latrinas de despeje manual e fosas sépticas) para o saneamento básico entre famílias e líderes de diferentes bairros.

Esta competição irá reconhecer as melhores famílias por cada categoria de latrina em cada Bairro. Para cada bairro serão reconhecidas três famílias para as categorias de melhor latrina melhorada, melhor latrina de despejo manual e melhor latrina de autoclismo.

Ler a seguir: Acesso a água potável é agora um direito que beneficia muitos em Ulónguè



Para mais informações, favor contactar:

Gabriel Pereira
Tel +258 21 481 100
email: maputo@unicef.org

Subscrever ao boletim

Saneamento

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.