Acesso à água potável - Um direito que beneficia milhares de pessoas em Inhambane

Acesso à água potável - Um direito que beneficia milhares de pessoas em Inhambane

Inaugurado novo sistema de abastecimento de água no distrito de Jangamo, província de Inhambane.

Claudio Fauvrelle
Partilhar

Maputo, 23 de Maio de 2017 – Realiza-se hoje no distrito de Jangamo, província de Inhambane, uma cerimónia para assinalar a inauguração do novo sistema de abastecimento de água. O evento será honrado com a presença do Governador da Província de Inhambane, Daniel Francisco Chapo; Sr. Azarias Xavier, Administrador do Distrito de Jangamo; Sr. Faizal Cassam, Director do GON - Gabinete do Ordenador Nacional do Fundo Europeu de Desenvolvimento (Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação), Sra. Rute Mateus Nhamucho, Directora Executiva da AIAS; Sr. Magalhães Miguel, Director Executivo do CRA; Sr. José Colete Mutepua, Director Provincial das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos; Sr. Sven Kühn von Burgsdorff, Embaixador da União Europeia em Moçambique; e o Sr. Marcoluigi Corsi, Representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

"Este esforço e parceria vai responder a uma lacuna gritante que existe em suprir as necessidades de água e saneamento das comunidades, especialmente as crianças, vivendo nas vilas secundárias em Moçambique. O projecto vai resultar num enorme impacto no bem-estar e saúde em crianças, devido ao facto de que o fornecimento inadequado de água e saneamento, não é apenas um perigo para a saúde, mas também afecta a frequência, a retenção escolar e o desempenho educacional", explicou o Sr. Marcoluigi Corsi, referindo-se ao evento. O Representante do UNICEF também enfatizou que esta iniciativa visa apoiar o Governo de Moçambique em acelerar a implementação do quadro de gestão delegada nas vilas secundárias, que é essencial para garantir a sustentabilidade a longo prazo dos sistemas de abastecimento de água. O Embaixador da União Europeia em Moçambique, Sr. Sven Kühn von Burgsdorff, indicou que "Este projecto representa mais um exemplo de solidariedade e do compromisso firme dos cidadãos da União Europeia para com o povo Moçambicano na consecução dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável que, entre outros, têm como meta o acesso universal a uma fonte de água potável e a um saneamento melhorado até 2030."

Este sistema foi recentemente reabilitado e ampliado através de um programa integrado de abastecimento de água, promoção de higiene e saneamento, com uma capacidade máxima de fornecer agua a 10,800 pessoas e fornecendo água atualmente a 6250 pessoas, incluindo crianças, nas comunidades do distrito de Jangamo.

Este programa, que decorre até Dezembro de 2018, financiado pelo governo de Moçambique, União Europeia e pelo UNICEF, enquadra-se numa iniciativa conjunta, orçada em 10 milhões de euros, que visa suprir a falta de abastecimento de água e serviços de saneamento adequados em três vilas na província de Inhambane.

O programa é implementado no âmbito da gestão delegada do governo de Moçambique, através de uma parceria entre a Administração de Infraestruturas de Abastecimento de Água e Saneamento (AIAS), o Conselho Regulador de Água (CRA), a Direcção Provincial das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos de Manica (DPOPHRH), com a assistência técnica do UNICEF.

Este sistema de abastecimento de água é um exemplo concreto e tangível de como bons resultados podem ser alcançados quando o sector público e o sector privado trabalham juntos, renovando a importância das parcerias público-privadas para acelerar a resposta à cobertura de água nas vilas em Moçambique.

Em Moçambique, menos de uma em cada quatro pessoas têm acesso a instalações de saneamento adequadas e quase metade da população não bebe água de fontes seguras. Esta falta de infraestruturas tem um impacto sobre a vida das mulheres e crianças em particular, que são colocadas em risco por falta de um saneamento adequado.

Até o final do projecto, além da reabilitação e expansão dos sistemas de abastecimento de água, o programa irá continuar a:

  • Apoiar na capacitação do sector para garantir que a operação e a manutenção dos serviços de água e saneamento estão fortalecidos.
  • Contribuir para o fortalecimento dos modelos de parcerias público-privadas com o objetivo de garantir a gestão sustentável dos serviços de água e saneamento.
  • Melhorar os serviços de saneamento, que incluem saneamento familiar e institucional nas escolas primárias, mercados e centros de saúde.

 





Para mais informações, favor contactar:

Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: cfauvrelle@unicef.org

Subscrever ao boletim

aguasani

Doar

As crianças de Moçambique precisam da sua ajuda. Chegou a sua vez de ajudar. Faça uma doação.

PARTILHAR

Partilha esta informação com teu amigos e familiares, e vamos ajudar mais pessoas a ficarem juntos pelas crianças de Moçambique.

NOSSO TRABALHO

Aprenda mais sobre o trabalho do UNICEF em Moçambique.